Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Pizza sabor bigode?

por Alaor Rockatansky

Até onde vai a interproteção gangsterista na câmara dos deputados e o medo da lava jato?

image

A cassação ou não de Waldir Maranhão vai nos dizer.

O presidente interino da Câmara em uma canetada irresponsável e inconstitucional tentou anular a decisão soberana de 367 parlamentares.
Deveria ser cassado sumariamente por seus pares. No entanto, é investigado na lava jato.

Entregarão Maranhão de mãos beijadas a Sergio Moro?

Fica a pergunta, já que cassação significa fim do foro privilegiado. Para meio-entendedor, está claro que se preso, um indivíduo fraco e de caráter gelatinoso como o de Maranhão não levará 5 minutos para selar um acordo de delação premiada e abrir o bico.

Maranhão era um dos asseclas e operadores de Eduardo Cunha antes de reunir-se com Lula às vésperas da votação do impeachment e mudar de lado.

O que o fez trocar de time?
O que recebeu por adiar o processo de Cunha na comissão de ética?
O que foi-lhe oferecido por José Eduardo Cardoso em troca da canetada anti-impeachment?

Tem muita gente temendo que essas respostas venham a público.

Uma delação de Maranhão é indesejada tanto pela turma de Cunha como pelo PT. É muito importante observar que caminho a câmara vai tomar neste caso.

Temos que pressionar muito o congresso para que não assem uma pizza sabor bigode.